Queixas de memória são relativamente comuns. Elas podem ser encontradas tanto em indivíduos com envelhecimento normal, como também no envelhecimento patológico (além do esperado para a idade).

 

Apenas uma investigação aprofundada e extensa (que geralmente inclui exame neuropsicológico, neuroimagem e muitas vezes marcadores bioquímicos no líquor) pode ajudar a estabelecer a natureza do problema.

Indivíduos com quadros degenerativos (isto é, envelhecimento patológico) podem não apresentar qualquer queixa de memória e os problemas serem identificados apenas por seus familiares mais próximos ou mesmo pelo seu médico.

A grande maioria dos quadros de envelhecimento anormal tem um início insidioso e passa despercebida durante certo tempo até tornar-se mais evidente.

Por fim, diversos problemas clínicos e psíquicos (como ansiedade e depressão), além de medicamentos, podem afetar a memória. Todos estes aspectos precisam ser detalhadamente investigados em casos de queixas de memória.

Whatsapp